Todas as edições do curso

10, Mar
2021

  • Duração25.0 horas
  • Tipo de HorárioPós-Laboral
  • Tipo de FormaçãoE-Learning
Inscrever Detalhes
Manifestar interesse

Informação sobre o curso

  • Duração25.0 horas
  • Condições de Inscrição

     

    Os requisitos necessários para a frequência da ação de formação são os seguintes:

    • Ativos empregados com pelo menos o 6º ano de escolaridade.
    • Ativos desempregados com o 12º ano completo ou superior e Não DLD (desempregado de longa duração - <12 meses).

    Para frequência da formação devem ser remetidos os seguintes documentos para o email psiporto@psiporto.com:

    • Certificado de habilitações;
    • Comprovativo da situação profissional;
    • NIB, com identificação dos titulares da conta.

  • Objectivos Específicos

     

    • Identificar o papel e funções do responsável na empresa/organização pelo apoio aos Serviços de Segurança e Saúde no Trabalho na gestão de riscos profissionais em situações de epidemias/pandemias no local de trabalho.
    • Reconhecer a importância das diretrizes internacionais, nacionais e regionais no quadro da prevenção e mitigação de epidemias/pandemias no local de trabalho e a necessidade do seu cumprimento legal.
    • Apoiar os Serviços de Segurança e Saúde no Trabalho na implementação do Plano de Contingência da organização/empresa, em articulação com as entidades e estruturas envolvidas e de acordo com o respetivo protocolo interno, assegurando a sua atualização e implementação.
    • Apoiar na gestão das medidas de prevenção e proteção dos trabalhadores, clientes e/ou fornecedores, garantindo o seu cumprimento em todas as fases de implementação do Plano de Contingência, designadamente na reabertura das atividades económicas.

  • Conteúdos Programáticos

    1.- Papel do responsável pelo apoio aos Serviços de Segurança e Saúde no Trabalho na gestão de riscos profissionais em cenários de exceção

    - Deveres e direitos dos empregadores e trabalhadores na prevenção da epidemia/pandemia
    - Funções e competências – planeamento, organização, execução, avaliação
    - Cooperação interna e externa – diferentes atores e equipas
    - Medidas de intervenção e prevenção para trabalhadores e clientes e/ou fornecedores – Plano de Contingência da empresa/organização (procedimentos de prevenção, controlo e vigilância em articulação com os Serviços de Segurança e Saúde no Trabalho da empresa, trabalhadores e respetivas estruturas representativas, quando aplicável)
    - Comunicação e Informação (diversos canais) – participação dos trabalhadores e seus representantes
    Auditorias periódicas às atividades económicas, incluindo a componente comportamental (manutenção do comportamento seguro dos trabalhadores)
    Recolha de dados, reporte e melhoria contínua

    2.- Plano de Contingência

    - Legislação e diretrizes internacionais, nacionais e regionais
    - Articulação com diferentes estruturas – do sistema de saúde, do trabalho e da economia e Autoridades Competentes
    - Comunicação interna, diálogo social e participação na tomada de decisões
    - Responsabilidade e aprovação do Plano
    - Disponibilização, divulgação e atualização do Plano (diversos canais)
    - Política, planeamento e organização
    - Procedimentos a adotar para casos suspeitos e confirmados de doença infeciosa (isolamento, contacto com assistência médica, limpeza e desinfeção, descontaminação e armazenamento de resíduos, vigilância de saúde de pessoas que estiveram em estreito contacto com trabalhadores/as infetados/as)
    - Avaliação de riscos
    - Controlo de riscos – medidas de prevenção e proteção

    3.- Revisão do Plano de Contingência, adaptação das medidas e verificação das ações de melhoria

  • Formador(es)

Manifestar interesse